MATEMÁTICA APLICADA

Disciplina: Redes de Transporte

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS

Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Equilíbrio em Redes de Transporte - Exemplos 01 e 02

A.png
B.png
C.png
D.png
E.png
Figura A!.1 Uma Rede Hipotética - 02.png
Figura A!.1 Uma Rede Hipotética - 01.png

De acordo com o exemplo acima, o caminho mais curto de C4 até C2 é aquele que compreende os arcos 20, 4, 6 e 28, ao qual está associado um tempo de viagem igual a 9 minutos nas condições de fluxo livre. O tempo neste caminho mais curto é denotado por Florian de u42. Na situação de equilíbrio, todos os usuários estariam passando por este caminho. Assim, deve existir fluxo somente neste caminho. Isto acontece porque nos demais caminhos o tempo de viagem é maior que o tempo mínimo. Esta situação satisfaz as equações (4.13a) e (4.13b) do modelo de equilíbrio de Florian: para os caminhos onde a soma dos tempos é igual ao tempo mínimo, para um dado par O-D, então o fluxo será maior ou igual a zero, isto é, para os caminhos nos quais se tem fluxo, a soma dos tempos de viagem será igual ao tempo mínimo; por outro lado, se o tempo de viagem é maior do que o tempo mínimo observado, então o fluxo será zero.

2A.png
2B.png
2C.png
2D.png
2E.png
2F.png
2G.png
2H.png
2I.png
2J.png
2K.png
2L.png
2M.png

  A partir de 03 Jan de 2021

Você é o Visitante de Número