MATEMÁTICA

Disciplina: Matemática 2o. Grau

Este espaço está destinado muito que óbvio a disponibilização de VÍDEOS acrescentando mais dinamismo ao Ensino das Disciplinas. São vídeos de Autores diversos desde os elaborados pela ensinoeinformacao.com ou vídeos postados na internet. Estes provenientes da Internet terão seu conteúdo avaliado (na forma e no conteúdo) pela ensinoeinformacao.com condição “sine qua non” para que os mesmos possam ser publicados, por meio de “Links”, sempre respeitando o direito de autoria – citação da fonte bem como divulgação do nome do Autor.

Vídeo Aulas

ensinoeinformacao - Sistemas de Equações Lineares: Introdução

 

Publicado em 06 de nov de 2015

Neste Vídeo apresentamos a Forma Geral de um Sistema de Equações Lineares. A Forma Matricial destes tipos de Sistemas também é formalmente Definida. Exemplos de Sistemas de Equações Lineares são dados bem como Contra-Exemplos de Sistemas de Equações que NÃO são Lineares são vistos. Uma primeira idéia do que seja uma Solução para estes Sistemas de Equações Lineares é assim apresentada. 

 

Fica para o próximo Vídeo dentro deste Tópico: A Interpretação Geométrica destes tipos de Sistemas e a Classificação dos mesmos quanto à Existência e Unicidade de Solução ainda sempre que possível uma visão bem intuitiva da Geometria Euclidiana para a melhor compreensão do que se deseja a mais explanar... 
Nossas Revista: a Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação         -       Ensino&Informação

Sistemas de Equações Lineares:                            Sistemas de Equações Lineares:

Introdução                                                              Interpretação Geométrica

ensinoeinformacao - Sistemas de Equações Lineares: Interpretação Geométrica

 

Publicado em 09 de nov de 2015

No Vídeo Vídeo anterior foi apresentada a Forma Geral de um Sistema de Equações Lineares. A Forma Matricial destes tipos de Sistemas também foi Definida. Exemplos de Sistemas de Equações Lineares foram dados bem como Contra-Exemplos de Sistemas de Equações que NÃO são Lineares. Uma primeira idéia do que seja uma Solução para estes Sistemas de Equações Lineares foi assim brevemente apresentada. 

 

Agora neste Vídeo é dada a Interpretação Geométrica destes tipos de Sistemas e a Classificação dos mesmos quanto à Existência e Unicidade de Solução ainda sempre que possível uma visão bem intuitiva da Geometria Euclidiana para a melhor compreensão do que se deseja a mais explanar... 

 

ERRATA: Onde colocamos o ponto de coordenadas (3/2,0) entenda-se por (1/2,3/2). Nossas Desculpas... Acreditamos que dar um Aula voltado para uma Câmera ainda nos causa um certo Desconforto! 

Nossas Revista: Ensino&Informação (Facebook).

ensinoeinformacao - Determinante: O que é e como Calcular? Matrizes 1x1; 2x2; e 3x3

 

Publicado em 23 de ago de 2016

Esta Vídeo Aula faz parte de um Curso tratando sobre determinante. Existe um Roteiro no Início de Cada Vídeo Aula para assegura a continuidade linear das demais Vídeo Aulas. Esta Vídeo Aula, em específico, tem o objetivo de definir o Determinante para Matriz Unitária, Matriz 2 x 2 e Matriz 3 x 3. O contexto é pertinente a Alunos do Ensino Médio, ou seja, de 2º. Grau. 

 

Posteriormente em outras Vídeo Aulas, iremos avançando nas Definições e Propriedades até termos o determinante como uma Função Multilinear...

A Teoria dos determinantes teve origem em meados do século XVII, quando eram estudados processos de resolução de Sistemas de Equações Lineares. O determinante de uma matriz consiste em associar à cada matriz quadrada A = [aij]nxn um número real, denotado por det A ou IAI, que satisfaz as propriedades: 

 

1. Se B é obtida de A permutando-se duas linhas (ou colunas) então det B – det A; 

 

2. Se uma das linhas (colunas) da matriz A é combinação linear das demais então det A – 0 (ZERO); 

 

3. det I = 1, onde I é a matriz identidade. Se a matriz A tem ordem n = 1, então det I = a11. No caso de n = 2, det A = a11.a22 – a12.a21 e no caso n = 3 o cálculo pode ser obtido pela Regra de Sarrus. 

 

Para cálculo de determinante de uma matriz de ordem n maior que 3 utilizamos um dos processos: definição (n=2) ou Sarrus (n=3); o processo do Menor Cofator; ou o método mais complicado dado pelo Teorema de Laplace e quanto maior a ordem da matriz, maior é o trabalho para o cálculo do determinante. O objetivo destas Vídeo Aulas sobre DETERMINANTES é o de apresentar o determinante como uma Função Multilinear e Alternada tal que det I = 1 e, além disso, mostrar que esta função coincide com o determinante já conhecido pelos alunos desde o 2º. Grau. Para isso, utilizaremos conceitos de Álgebra Linear. Finalmente comparando com o cálculo do determinante de uma matriz de ordem n maior que 3 utilizando o Teorema de Laplace e através da definição apresentada para n = 2 e para n=3, verifica-se o quanto é mais simples o cálculo do determinante neste segundo processo.


Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Determinante

ensinoeinformacao - Determinate de uma atriz 4x4

 

Publicado em 08 de ago de 2016

Nesta Vídeo Aula estaremos mostrando como se calcula o Determinante de uma Matriz Quadrada de ordem 4x4. Para calcular este determinante, estaremos utilizando o Método do Menor Cofator que consiste em: Escolhida uma Linha ou Coluna que contenha o maior número de ZEROS e aplicada uma Expressão que implica em se calcular 4 sub-Determinantes de ordem Matrizes 3x3 usando a mesma Expressão e que no final se calcula para cada Matriz 3x3 mais 3 determinantes de Matrizes 2x2 - Neste Método se vai reduzindo a Ordem da Matriz dada até sub-Matrizes de Ordem 2x2. Isto significaria, no PIOR CASO onde a Matriz dada não apresenta nenhum ZERO, que estaremos calculando 4x3=12 Determinantes de Matriz 2x2, isto se não utilizarmos o Método de SARRUS para as sub-Matrizes 3x3!

Observação: O Cálculo de um Determinante 4x4, por exemplo, já é trabalhoso na Prática, pois exige Tempo e Espaço de Memória para o cálculo dos sub-determinantes envolvidos!


Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Determinate: Matriz 4x4

ensinoeinformacao - Sistemas Lineares - Resolução Método de Gauss-Jordan

 

Publicado em 12 de SET de 2016

Sistemas Lineares - Resolução Método de Gauss Jordan. Este é o Método que é utilizado Computacionalmente por ser mais viável para Sistema de Grande Porte nas Engenharia e Física que resulta em resolver um Sistema Linear com um Número significativamente Grande de Equações e Variáveis por ter este Método um Algoritmo de Ordem  de Complexidade aceitável na Prática fato que não acontece se tentarmos implementar um Algoritmo usando Regra de Cramer isto é, o uso de Determinante.
Este Aspecto Computacional será tratado mais especificamente em Detalhes em outra Vídeo Aula!


Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Sistemas Lineares - Resolução Método de Gauss-Jordan

ensinoeinformacao - Funções Trigonométricas - Trigonometria

 

Publicado em 19 de out de 2016

Na parte de Trigonometria ligada mais especificamente a um Triângulo Retângulo definiremos a Funções Trigonométricas: Seno; Cosseno; Tangente e Cotangente. Montaremos uma Tabela para ao Valores destas “Funções” para os ângulos de 30, 45, e 60 Graus. Os Valores de cada Função nestes ângulos são Calculados.
 

Nossa Revista : Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Funções Trigonométricas -Trigonometria

Vídeo Aulas: 1o Grau

Vídeo Aulas: 1o Grau

Veja também

ensinoeinformacao - Inversão de Matriz - Método de Gauss-Jordan​ - Aula 00

 

Publicado em 26 de out de 2016

Em breve daremos uma descrição detalhada desta Vídeo Aula. Aguardem!

 

Nossa Revista (no Facebook): Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Inversão de Matriz - Método de Gauss-Jordan - Aula 00

ensinoeinformacao - Leis de Augustus De Morgan - no Contexto da Teoria dos Conjuntos (Aula 01)

 

Publicado em 14 de jul de 2017

Leis de Augustus De Morgan

Aula 01: Contexto 01 - na Teoria dos Conjuntos
Complementar de (A ∪  B) = Complem. de A ∩  Complem. de B

A Teoria dos Conjuntos é comumente empregada como um sistema precursor da matemática, particularmente na forma de teoria dos conjuntos de Zermelo-Fraenkel com o axioma da escolha. Além de seu papel fundamental, a teoria dos conjuntos é um ramo da matemática em si própria, com uma comunidade de pesquisa ativa. Pesquisas contemporâneas em teoria dos conjuntos incluem uma diversa coleção de temas, variando da estrutura do número real ao estudo da consistência de grandes cardinais.


A Lógica de Classes, que pode ser considerada um pequeno fragmento da Teoria dos Conjuntos com importância histórica é ISOMORFA à Lógica Proposicional clássica e à Álgebra Booleana, e como tal, os teoremas de uma das teorias possuem ANÁLOGOS nas outras duas.

Exemplos:
A ∩ B equivale a     a ^  b
A ∪  B equivale a    a v  b
A ⊂  B equivale a    a ⇒  b

________________________________
Aula 02: Contexto 02 - Lógica Matemática
~ (p v q) ⇔   ~p ^ ~q

Ao longo dos anos, a Matemática tem se aprimorado de forma a facilitar os cálculos e a compreensão dos colaboradores, os símbolos deixam-na cada vez mais dinâmica e aplicável no contexto do cotidiano. A lógica tem o papel de formalizar e deixar mais simples os cálculos, no intuito de universalizar os estudos e o próprio ensino da Matemática. Os símbolos foram surgindo e sendo introduzidos com a evolução da forma de pensar e raciocinar do homem, do surgimento de cálculos complexos, da aplicação nas diversas ciências em que a Matemática contribui, na fundamentalização de situações práticas. 

Augustus De Morgan (Madura, Índia, 27 de junho de 1806 — Londres, 18 de março de 1871) foi um matemático e lógico britânico. Formulou as Leis de De Morgan e foi o primeiro a introduzir o termo e tornar rigorosa a ideia da Indução Matemática. ... Sua maior contribuição para o conhecimento foi como reformador da Lógica.

Símbolos Lógicos Matemáticos 
~       negação 
^       e 
v       ou 
⇒       se, então 
⇔       se, e somente se, 
/        tal que 
∃       existe 
∃  !   existe um e somente um 
∀       qualquer que seja

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Leis de Augustus De Morgan - no Contexto da Teoria dos Conjuntos (Aula 01)

ensinoeinformacao - Leis de Augustus De Morgan - no Contexto da Lógica Matemática (Aula 02)

 

Publicado em 14 de jul de 2017

Leis de Augustus De Morgan

Aula 01: Contexto 01 - na Teoria dos Conjuntos
Complementar de (A ∪  B) = Complem. de A ∩  Complem. de B

A Teoria dos Conjuntos é comumente empregada como um sistema precursor da matemática, particularmente na forma de teoria dos conjuntos de Zermelo-Fraenkel com o axioma da escolha. Além de seu papel fundamental, a teoria dos conjuntos é um ramo da matemática em si própria, com uma comunidade de pesquisa ativa. Pesquisas contemporâneas em teoria dos conjuntos incluem uma diversa coleção de temas, variando da estrutura do número real ao estudo da consistência de grandes cardinais.


A Lógica de Classes, que pode ser considerada um pequeno fragmento da Teoria dos Conjuntos com importância histórica é ISOMORFA à Lógica Proposicional clássica e à Álgebra Booleana, e como tal, os teoremas de uma das teorias possuem ANÁLOGOS nas outras duas.

Exemplos:
A ∩ B equivale a     a ^  b
A ∪  B equivale a    a v  b
A ⊂  B equivale a    a ⇒  b

________________________________
Aula 02: Contexto 02 - Lógica Matemática
~ (p v q) ⇔   ~p ^ ~q

Ao longo dos anos, a Matemática tem se aprimorado de forma a facilitar os cálculos e a compreensão dos colaboradores, os símbolos deixam-na cada vez mais dinâmica e aplicável no contexto do cotidiano. A lógica tem o papel de formalizar e deixar mais simples os cálculos, no intuito de universalizar os estudos e o próprio ensino da Matemática. Os símbolos foram surgindo e sendo introduzidos com a evolução da forma de pensar e raciocinar do homem, do surgimento de cálculos complexos, da aplicação nas diversas ciências em que a Matemática contribui, na fundamentalização de situações práticas. 

Augustus De Morgan (Madura, Índia, 27 de junho de 1806 — Londres, 18 de março de 1871) foi um matemático e lógico britânico. Formulou as Leis de De Morgan e foi o primeiro a introduzir o termo e tornar rigorosa a ideia da Indução Matemática. ... Sua maior contribuição para o conhecimento foi como reformador da Lógica.

Símbolos Lógicos Matemáticos 
~       negação 
^       e 
v       ou 
⇒       se, então 
⇔       se, e somente se, 
/        tal que 
∃       existe 
∃  !   existe um e somente um 
∀       qualquer que seja

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Leis de Augustus De Morgan - no Contexto da Lógica Matemática (Aula 02)

ensinoeinformacao - PRODUTOS NOTÁVEIS: (x + a)² RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE (Aula 01)

 

Publicado em 01 de Mai de 2018

A Álgebra Geométrica Grega parece ao leitor atual excessivamente artificial e difícil. Aos que a usaram e tornaram-se hábeis no trato de suas operações, deve ter parecido um instrumento conveniente. As Soluções Geométricas eram sem dúvida muito mais evidentes para um estudioso grego do que para o estudante que se inicia na Álgebra hoje, pois o primeiro podia facilmente representar as Áreas de Figuras Planas tais: dos Retângulos, Quadrados e Triângulos.

Nesta Vídeo Aula 01 mostramos como é Resolvido o Produto Notável o "Quadrado da Soma de dois NÚMEROS x e a”, isto é mostramos GEOMETRICAMENTE usando apenas Áreas de Retângulos e de Quadrados que (x + a)² = x² = 2ax + a².

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

PRODUTOS NOTÁVEIS: (x + a)² RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE (Aula 01)

ensinoeinformacao - Revista: ADIÇÃO DE VETORES - Regra do Paralelogramo - Aula 01

 

Publicado em 03 de Out de 2019

Procedimento Geométrico útil na Adição de Vetores no Plano quando não se têm as Coordenadas dos Vetores!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

 

Ensino&Informação

ADIÇÃO DE VETORES - Regra do Paralelogramo - Aula 01

V  E  T  O  R  E  S

ensinoeinformacao - PRODUTOS NOTÁVEIS: a² - b² = (a  - b).(a + b) RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE (Aula 02)

 

Publicado em 07 de Mai de 2018

A Álgebra Geométrica Grega parece ao leitor atual excessivamente artificial e difícil. Aos que a usaram e tornaram-se hábeis no trato de suas operações, deve ter parecido um instrumento conveniente. As Soluções Geométricas eram sem dúvida muito mais evidentes para um estudioso grego do que para o estudante que se inicia na Álgebra hoje, pois o primeiro podia facilmente representar as Áreas de Figuras Planas tais: dos Retângulos, Quadrados e Triângulos.

Nesta Vídeo Aula 02 mostramos como é Resolvido o Produto Notável o "Diferença  entre Dois Quadrados” ou "Produto da Soma pela Diferença", isto é mostramos GEOMETRICAMENTE usando apenas Áreas de Retângulos e de Quadrados que a² - b² = (a  - b).(a + b).

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

PRODUTOS NOTÁVEIS: a² - b² = (a  - b).(a + b) RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE (Aula 02)

Vídeo Aulas: 1o Grau

Vídeo Aulas: 1o Grau

Vídeo Aulas: 1o Grau

Vídeo Aulas: 1o Grau

Ver Também

Ver Também

Ver Também

Ver Também

ensinoeinformacao - DIVISÃO DE POLINÔMIOS - INTRODUÇÃO - Aula 01

 

Publicado em 16 de Set de 2019

Polinômio P(x) é uma Expressão Algébrica composta por Potências em uma Variável x: Exemplo é P(x) 4x³-5x²-7x+1 cujo Grau de P(x) é 3 (3 é a Maior Potência de x com Coeficiente = 4 que é diferente de Zero). Na Divisão de Polinômios um P(x) por um B(x) tem-se um Quociente Q(x) mais um Resto R(x). Assim, P(x) = B(x).Q(x) + R(x). Quando R(x) ≡ 0 o Polinômio Identicamente Nulo, então diz-se que a Divisão de P(x) por B(x) é EXATA. Caso contrário, teremos um Resto cujo Grau = grR(x) é sempre menor que o Grau = grB(x), isto é, grR(x) Menor grB(x). Utilizaremos o processo de Dividir P(x) por B(x) tal como se divide números como exemplo 3 ÷ 2 = 1 e Resto = 1 (onde 1 é o Quociente). Quando trabalhamos com Divisão usando este processo, utilizamos também a Multiplicação no processo.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

DIVISÃO DE POLINÔMIOS - INTRODUÇÃO - Aula 01

ensinoeinformacao - Logaritmo (Definição e Exemplos - Aula 01

 

Publicado em 08 de Set de 2019

(Aula 01) Razão e definição
A idéia dos logaritmos é reverter a operação de exponenciação, isto é, elevar um número "a" uma potência. A título de exemplo, a potência de três (ou o cubo) de 2 é 8, porque 8 é o produto dos três fatores de 2, isto é, 2.2.2. Disso resulta que o logaritmo de 8 na base 2 é 3.

Exponenciação
A potência de três de qualquer número b é o produto de três fatores de b. De forma mais geral, elevar b à enésima potência, quando n é um número natural, se realiza pela multiplicação de n fatores de b. A enésima potência de b é escrita como "b elevado ao expoente n.

A exponenciação pode ser estendida para "b elevado ao expoente y, onde b é um número positivo e o expoente y é qualquer número real. Por exemplo, "b elevado ao expoente -1 é o inverso de b, ou seja, 1/b. 

Definição
O logaritmo de um número positivo real x, na base b, é o expoente pelo qual b deve ser elevado para se chegar a x, sendo b é número positivo real diferente de 1. Em outras palavras, o logaritmo de x na base b é a solução de y na equação "x elevado ao expoente y, e o resultado sendo igual a x". Assim logaritmo de x na base b é igual a y, se e somente se, b elevado ao expoente y for igual a x. 

Onde
• b é a base do logaritmo;
• x é o logaritmando;
• y é o próprio logaritmo;

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

Logaritmo - Definição e Exemplos - Aula 01

ensinoeinformacaoAnálise Combinatória - Exercio 01

 

Publicado em 04 de Jun de 2018

Análise Combinatória - Exercício 01:
Uma organização dispõe de 8 Economistas e 5 Engenheiros. Quantas Comissões com 6 membros podem ser formadas, se cada Comissão deve ter, no mínimo, 3 engenheiros?


Nossa Revista: Ensino&Informação (no Facebook)

Ensino&Informação: Análise Combinatória

ensinoeinformacaoNúmeros Complexos - Raiz Quadrada de i - Sem usar a Fórmula de Moivre

 

Publicado em 25 de Jun de 2018

Os números complexos "z" são escritos na sua forma algébrica da seguinte forma: z = a + bi, onde que a e b são números reais e que "a" é a parte Real do número complexo "z" e que "b" é a parte Imaginária de "z". 
Para determinar a n-ésima potencia de um número complexo z = z = a + bi e a n-ésimas raízes de z = a + bi, é utilizada a Fórmula de Moivre, isto porquê "n" pode ser significativamente grande.
Apresentamos aqui nesta Vídeo aula uma alternativa ao cálculo das raízes quadradas do número complexo "i = 0 + 1.i" (a=0 e b=1) sem o apelo à Fórmula de Moivre!
Depois, deixamos como complemento à Vídeo Aula a verificação (prova, digamos, assim) de que as duas raízes obtidas satisfazem (a + bi)² = i, para os valores de "a" e "b" encontrados através da resolução de um Sistema NÃO Linear de duas Equações e duas Variáveis "a" e "b" envolvidas!


Nossa Revista: Ensino&Informação (no Facebook)

Ensino&Informação: Números Complexos 

ensinoeinformacao - Euler - O Problema dos Dois Sócios

 

Publicado em 10 de Mai de 2018

Este problema da origem a uma Função Quadrática (Funções do 2o. Grau, mais simplesmente falando) a qual precisa ser resolvida para se chegar na Solução do Problema!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Euler - O Problema dos Dois Sócios

ensinoeinformacao - PROPRIEDADE DISTRIBUTIVA:

x (a + b + c) = xa + xb + xc RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE (Aula 03)

 

Publicado em 13 de Mai de 2018

A Álgebra Geométrica Grega parece ao leitor atual excessivamente artificial e difícil. Aos que a usaram e tornaram-se hábeis no trato de suas operações, deve ter parecido um instrumento conveniente. As Soluções Geométricas eram sem dúvida muito mais evidentes para um estudioso grego do que para o estudante que se inicia na Álgebra hoje, pois o primeiro podia facilmente representar as Áreas de Figuras Planas tais: dos Retângulos, Quadrados e Triângulos.

Nesta Vídeo Aula 02 Lei Distributiva - Veja como se Resolve Geometricamente x (a + b + c) = xa + xb + xc.  Você jamis esquecerá!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

PROPRIEDADE DISTRIBUTIVA - RESOLVIDA GEOMETRICAMENTE

x (a + b + c) = xa + xb + xc   (Aula 03)

ensinoeinformacao - Produtos Notáveis - Quadrado da Diferença (x - a)² - RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE

 

Publicado em 19 de Set de 2018

A Álgebra Geométrica Grega parece ao leitor atual excessivamente artificial e difícil. Aos que a usaram e tornaram-se hábeis no trato de suas operações, deve ter parecido um instrumento conveniente. As Soluções Geométricas eram sem dúvida muito mais evidentes para um estudioso grego do que para o estudante que se inicia na Álgebra hoje, pois o primeiro podia facilmente representar as Áreas de Figuras Planas tais: dos Retângulos, Quadrados e Triângulos.

 

(Aula 04): RESOLVIDOS GEOMETRICAMENTE (x - a)² = x² - 2ax + a²
Mostramos GEOMETRICAMENTE usando apenas Áreas de Retângulos e de Quadrados que (x - a)² = x² - 2ax + a

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

(Ensino&Informação)

PRODUTOS NOTÁVEIS: (x - a)² RESOLVIDO GEOMETRICAMENTE (Aula 05)

ensinoeinformacaoProbabilidade - Problema das Três Portas

 

Publicado em 08 de JUn de 2018

O Problema de Monty Hall, também conhecido por paradoxo de Monty Hall é um problema matemático e paradoxo que surgiu a partir de um concurso televisivo dos Estados Unidos chamado Let’s Make a Deal, exibido na década de 1970.

O jogo consistia no seguinte: Monty Hall, o apresentador, apresentava três portas aos concorrentes. Atrás de uma delas estava um prêmio (um carro) e as outras duas dois bodes.

    Na 1.ª etapa o concorrente escolhe uma das três portas (que ainda não é aberta);
    Na 2.ª etapa, Monty abre uma das outras duas portas que o concorrente não escolheu, revelando que o carro não se encontra nessa porta e revelando um dos bodes;
    Na 3.ª etapa Monty pergunta ao concorrente se quer decidir permanecer com a porta que escolheu no início do jogo ou se ele pretende mudar para a outra porta que ainda está fechada para então a abrir. Agora, com duas portas apenas para escolher — pois uma delas já se viu, na 2.ª etapa, que não tinha o prêmio — e sabendo que o carro está atrás de uma das restantes duas, o concorrente tem que tomar a decisão.

Ensino&Informação: Probabilidade - Problema das Três Portas

Qual é a estratégia mais lógica? Ficar com a porta escolhida inicialmente ou mudar de porta? Com qual das duas portas ainda fechadas o concorrente tem mais probabilidades de ganhar? Por quê?
Na realidade não é assim tão indiferente mudar ou ficar na mesma porta. No início, quando se escolheu uma das portas, havia 1/3 de probabilidade de ganhar o carro. Não existe razão nenhuma aparente para essa probabilidade mudar após o Monty Hall ter aberto uma das portas que não era premiada. As outras duas portas não escolhidas tinham em conjunto 2/3 de probabilidade de ocultarem o carro, e quando uma dessa portas é aberta (por não ter prêmio) a porta não escolhida que continua fechada passa a ter 2/3 de probabilidade de ser a porta do carro.

 

Observação: Com Trecho do Filme "QUEBRANDO A BANCA"

 

Ver mais em: https://pt.wikipedia.or/wiki/Problema_de_Monty_Hall


Nossa Revista: Ensino&Informação (no Facebook)

Ensino&Informação:

Probabilidade - Problema das Três Portas

2

1

3

ensinoeinformacaoMATRIZ INVERSA - Como inverter usando o Método da Matriz Adjunta - Aula 01

 

Publicado em 19 de Nov de 2018

Um Exercício tomando uma Matriz 2x2 para mostrar que, considerando este método, é bastante fácil resolver o problema de encontrar o inverso da matriz.
MATRIZ INVERSA - Como inverter usando o Método da Matriz Adjunta - Aula 01


INVERSE MATRIX - How to invert using the Adjoint Matrix Method - Lesson 01
An Exercise taking a 2x2 Matrix to show that considering this method, it is fairly easy to solve the problem of finding the inverse of the matrix.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: MATRIZ INVERSA - Como inverter usando o Método da Matriz Adjunta - Aula 01

ensinoeinformacaoMATRIZ INVERSA - Como inverter uma Matriz 2x2 usando o Sistemas Lineares - Muito Fácil! - Aula 02

 

Publicado em 21 de Nov de 2018

(Aula 02) MATRIZ INVERSA - Como inverter uma Matriz 2x2 usando o Sistemas Lineares - Muito Fácil! Basta Resolver DOIS Sistemas Pequenos de Equações Lineares de duas Equações e duas Variáveis, legal não é mesmo?

 

INVERSE MATRIX - How to invert a 2x2 Matrix Using Linear Systems - Very Easy! Just Solve TWO Small Systems of Linear Equations of Two Equations and Two Variables, very nice is not it?

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: MATRIZ INVERSA - Como inverter uma Matriz 2x2 usando o Sistemas Lineares - Muito Fácil! - Aula 02

ensinoeinformacaoRELAÇÃO ENTRE DOIS CONJUNTOS - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - Aula 01

 

Publicado em 29 de Nov de 2018

(Aula 01) O que é uma Relação entre dois conjuntos quaisquer? Definição e exemplos!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: RELAÇÃO ENTRE DOIS CONJUNTOS - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - Aula 01

ensinoeinformacaoO QUE É UMA FUNÇÃO - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - AULA 02

 

Publicado em 05 de Dez de 2018

(Aula 02) Uma Função é um tipo especial de Relação entre dois Conjuntos por que esta Relação deve obedecer duas Propriedades..

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: O QUE É UMA FUNÇÃO - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - AULA 02

ensinoeinformacao - O QUE É UMA PROGRESSÃO GEOMÉTRICA - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - Aula 01

 

Publicado em 25 de Jan de 2019

Estaremos falando sobre Sucessões de Sequências de Números Reais que constituem uma Progressão Geométrica de Razão q. 

 

Exemplos de Progressões Geométricas são dadas - Progressões com um Número Finito de Termos e exemplo de Progressões com Infinitos Termos. Como estamos tratando de Uma prograssão Geométrica (P.G), é mostrado que as Razões entre a2/a1= a3/a2 = a4/a3 = . . . . = an/an-1 = q.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

PROGRESSÃO GEOMÉTRICA - Aula 01 (Definição e Exemplos)

ensinoeinformacao - PROGRESSÃO GEOMÉTRICA e MÉDIA GEOMÉTRICA - QUAL É A RELAÇÃO - Aula 02

 

Publicado em 28 de Jan de 2019

É mostrada a relação que existe entre os Conceitos (Definições) de Média Geométrica e Progressão Geométrica com respeito aos termos desta Progressão Geométrica!

 

Veja o que é MÉDIA GEOMÉTRICA E MÉDIA ARITMÉTICA no vídeo abaixo:
MÉDIAS GEOMÉTRICA e ARITMÉTICA - Construção com Régua e Compasso
https://youtu.be/mdBgvSwiXsU

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

PROGRESSÃO GEOMÉTRICA e MÉDIA GEOMÉTRICA - QUAL É A RELAÇÃO - Aula 02

ensinoeinformacao - TERMO GERAL DE UMA PROGRESSÃO GEOMÉTRICA (P.G) - Aula 03

 

Publicado em 29 de Jan de 2019

Termo geral da PG é uma fórmula que determina um termo qualquer de uma PG quando conhecemos o primeiro termo, a posição do termo a descobrir e a razão dessa progressão. O termo geral de uma progressão geométrica (PG) é uma fórmula usada para descobrir um termo qualquer de uma PG.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

TERMO GERAL DE UMA PROGRESSÃO GEOMÉTRICA (P.G) - Aula 03

ensinoeinformacao - TERMO GERAL DE UMA PROGRESSÃO GEOMÉTRICA (P.G) - Aula 03

 

Publicado em 02 de Fev de 2019

Exercício Resolvido 01
Dados: a1 = 3, a2 = 12 e o último termo an = 768
. Encontrar o valor de n = número de termos da P. G.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

PROGRESSÃO GEOMÉTRICA (P. G.) EXERCÍCIO RESOLVIDO 01 - Aula 04

ensinoeinformacaoGeometria Espacial: Cone Circular Reto - Estudo do CONE – CÁLCULO DA ÁREA LATERAL

 

Publicado em 14 de fEV de 2019

É mostrado como se Calcula a Área de um Setor e, por conseguinte, é Deduzida a Expressão (Fórmula) para a Área Lateral do Cone Circular Reto em Questão.

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: Geometria Espacial: Estudo do CONE - Cone Circular Reto – CÁLCULO DA ÁREA LATERAL

ensinoeinformacaoDETERMINANTE PARA ALUNO DO 2o. GRAU - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS

 

Publicado em 13 de Nov de 2018

Esta Vídeo Aula faz parte de um Curso tratando sobre determinante. Existe um Roteiro no Início de Cada Vídeo Aula para assegurar a continuidade linear das demais Vídeo Aulas. Esta Vídeo Aula, em específico, tem o objetivo de definir o Determinante para Matriz Unitária, Matriz 2 x 2 e Matriz 3 x 3. O contexto é pertinente a Alunos do Ensino Médio, ou seja, de 2º. Grau.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: DETERMINANTE PARA ALUNO DO 2o. GRAU - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS

ensinoeinformacaoGeometria Espacial: - Estudo do CONE – Cone Circular Reto -EXERCÍCIO RESOLVIDO

 

Publicado em 15 de Fev de 2019

A figura mostra um Cone Circular Reto. São Dados a Área Lateral igual a 450 π e Geratriz medindo 30 cm. Calcular a Altura “h” e o Volume do Cone.

 

Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: Geometria Espacial: Estudo do CONE - Cone Circular Reto - EXERCÍCIO RESOLVIDO

ensinoeinformacaoO QUE É UMA SOLUÇÃO PARA UM SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES?

 

Publicado em 16 de Fev de 2019

O QUE É UMA SOLUÇÃO PARA UM SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES?

 

Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: O QUE É UMA SOLUÇÃO PARA UM SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES?

ensinoeinformacaoNúmeros Complexos: UMA MANEIRA DIFERENTE DE DIVIDIR NÚMEROS COMPLEXOS

 

Publicado em 19 de Mar de 2019

Olá Pessoal, apresentamos uma maneira diferente daquela usada no Ensino Médio. Iremos usar um Sistema 2x2 de Equações do 1º Grau para a Divisão de dois Números Complexos dados. Uma forma alternativa de RESOLUÇÃO na hora de você prestar Concurso do ENEM ou do VESTIBULAR! Esperamos que lhe seja útil. Se inscreva no nosso Canal!!!!!!

 

Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação: Números Complexos: UMA MANEIRA DIFERENTE DE DIVIDIR NÚMEROS COMPLEXOS

ensinoeinformacao - VELOCIDADE - CONVERSÃO DE UNIDADE - Km/h   e    m/s

 

Enviado em 19 de Mai de 2019

Esta é uma Aula introdutória para duas Vídeo Aulas subsequentes: 
1) Velocidade Média; e
2) Velocidade instantânea.

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE".

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

VELOCIDADE - CONVERSÃO DE UNIDADE - Km/h   e    m/s

ensinoeinformacao - FÍSICA - CINEMÁTICA/DINÂMICA - Bola e Pena caindo ao mesmo tempo sem a Resistência do Ar

 

Enviado em 31 de Mai de 2019

Bola de Ferro e Pena caindo ao mesmo tempo sem a resistência do Ar
Vídeo da BBC
Comentário de: Osny Taborda Ribas Junior, Integrante do Site Linkedin
Dr. Eng. Produção | Msc. Empreendedorismo | Administrador | Consultor | Professor
Simplesmente SENSACIONAL. Galileu afirmava que uma bala de canhão e uma pena atingiria o solo simultaneamente se não houvesse resistência do ar. À época de Galileu, a demonstração experimental era difícil. Quatro séculos depois, com o avanço tecnológico, criou-se as condições para a comprovação de sua teoria.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

FÍSICA - CINEMÁTICA/DINÂMICA - Bola e Pena caindo ao mesmo tempo sem a Resistência do Ar

ensinoeinformacao - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA - EXERCÍCIO 01

 

Enviado em 19 de Jun de 2019

(EXERCÍCIO 01) - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA. 
Sugerimos que assistam estes dois EXERCÍCIOS 01 e 02, pois são semelhantes a ponto de pensarmos que as Soluções dos dois são iguais ... mas estes tem respostas diferentes!!!
Na próxima Vídeo Aula estaremos resolvendo o EXERCÍCIO 02 que será uma Variação muito importante deste EXERCÍCIO 01 em questão que aparentemente esperaríamos ter a mesma Solução, mas isto não acontece ... meio que paradoxal ver que isto não acontece e que os Exercícios embora semelhante têm Soluções Distintas...Aguardem!
Podemos resolver uma equação logarítmica quando há uma igualdade entre logaritmos de mesma base ou quando igualamos um logaritmo a um número real.
Dedicamos esta Aula a MARCUS ALVES que sugeriu o exercício para nós, pois ele tinha dúvidas na resolução!!!

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

EQUAÇÃO LOGARÍTMICA - EXERCÍCIO 01

ensinoeinformacao - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA - EXERCÍCIO 02

 

Enviado em 20 de Jun de 2019

(EXERCÍCIO 02) - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA.
Sugerimos que assistam estes dois EXERCÍCIOS 01 e 02, pois são semelhantes a ponto de pensarmos que as Soluções dos dois são iguais ... mas estes tem respostas diferentes!!!
Nesta Vídeo Aula é resolvido o EXERCÍCIO 02 que é uma Variação muito importante do EXERCÍCIO 01 da Vídeo Aula anterior que aparentemente esperaríamos ter a mesma Solução, mas isto não acontece ... meio que paradoxal ver que isto não acontece e que os Exercícios embora semelhante têm Soluções Distintas!
Podemos resolver uma equação logarítmica quando há uma igualdade entre logaritmos de mesma base ou quando igualamos um logaritmo a um número real.
Dedicamos esta Aula a MARCUS ALVES que sugeriu o exercício para nós, pois ele tinha dúvidas na resolução!!! E ele tem razão de sobra, pois paradoxalmente os Exercícios 01 e 02 tem enunciados semelhantes e que por isso esperaríamos terem a mesma solução e isto não acontece!!!!

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

EQUAÇÃO LOGARÍTMICA - EXERCÍCIO 02

ensinoeinformacao - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA - EXERCÍCIO 03

 

Enviado em 21 de Jun de 2019

(EXERCÍCIO 03) - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA.
Nesta Vídeo Aula é resolvido o EXERCÍCIO 03
Podemos resolver uma equação logarítmica quando há uma igualdade entre logaritmos de mesma base ou quando igualamos um logaritmo a um número real.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

EQUAÇÃO LOGARÍTMICA - EXERCÍCIO 03

ensinoeinformacao - INEQUAÇÃO QUOCIENTE - RESOLUÇÃO MÉTODO: USO DE SINAIS + e -

 

Enviado em 30 de Jun de 2019

ERRATA: g(x) ≠ + 1/ 2 é o correto: denominador não pode se anular!!
INEQUAÇÃO QUOCIENTE - RESOLUÇÃO MÉTODO: USO DE SINAIS
Resolver uma inequação quociente consiste, neste método, em encontrar os valores de x que satisfazem a condição estabelecida pela inequação em termo do seu Sinal. Para isso utilizamos o estudo do sinal das funções envolvidas no Quociente.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

INEQUAÇÃO QUOCIENTE - RESOLUÇÃO MÉTODO: USO DE SINAIS + e -

ensinoeinformacao - PORCENTAGEM E FRAÇÃO - EXERCÍCIO RESOLVIDO DE MANEIRA DESCONTRAÍDA

 

Enviado em 29 de Jun de 2019

Enunciado do Exercício: Uma pessoa acabou de pagar uma parcela com a qual completa 75% de uma dívida para compra de um apartamento. As parcelas são pagas mensalmente e restam dois anos e um mês de mensalidades para completar todo o pagamento.
Com base nessas informações, assinale as alternativas corretas.
A ( )
B ( )
C ( )
D ( )
E ( )

____________________________
Estamos procurando fazer Vídeo Aulas com Captura de Tela, mas não estamos satisfeitos com o Resultado. Esperamos que pelo menos o Conteúdo (Assunto) venha lhes ser útil.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

PORCENTAGEM E FRAÇÃO - EXERCÍCIO RESOLVIDO DE MANEIRA DESCONTRAÍDA

ensinoeinformacao - PROBABILIDADE - EXERCÍCIO 01

 

Enviado em 02 de Jul de 2019

EXERCÍCIO 01:
A probabilidade de João viajar no próximo final de semana é de 60%. Quando ele viaja, a probabilidade de ele descansar é de 80% e, quando ele não viaja, a probabilidade de ele descansar é de apenas 40%. 

A) Qual é a probabilidade de João descansar no próximo final de semana?

_____________________
Na Vídeo Aula subsequente a esta estaremos montando a Tabela e demais informações a respeito da DISTRIBUIÇÃO CONJUNTA das Variáveis V = João Viajar e D = João Descansar. Aguardem!

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

PROBABILIDADE - EXERCÍCIO 01

ensinoeinformacao - EQUAÇÃO DA RETA NO PLANO A QUAL PASSA POR DOIS PONTOS DADOS

 

Enviado em 29 de Jul de 2019

EXERCÍCIO DE GEOMETRIA ANALÍTICA: Encontre a Equação Geral da reta “r” que passa pelos pontos P(1,4) e Q(3,-2).
Considere ax + by + c = 0 como sendo a Equação Geral de uma reta não vertical. Isolando y na Equação Geral obtemos: y =mx + n → que é a Equação Reduzida da reta. m = tagα (tangente de α), em que α é o ângulo formado entre a reta e o eixo x. m é chamado de coeficiente angular da reta ou inclinação da reta. 

 

Vídeo Aula que mostra como se calcula o DETERMINANTE de uma matriz usando o Método do Menor Cofator: 
Vídeo 01 (Instante 32minutos e 26 segundos)  -   https://youtu.be/QbtWWFCxW9A

 

Vídeo 02    -   https://youtu.be/MmFJTI7u4U8

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

EQUAÇÃO DA RETA NO PLANO A QUAL PASSA POR DOIS PONTOS DADOS

ensinoeinformacao - PERPENDICULARISMO ENTRE RETAS - GEOMETRIA ANALÍTICA

 

Enviado em 30 de Jul de 2019

EXERCÍCIO: Determine a equação da reta s que passa pelo ponto P(3,-2) e é perpendicular à reta r cuja equação é 3x + 14y - 17 = 0.

 

Para que duas retas sejam perpendiculares é necessário que o coeficiente angular de uma seja igual ao oposto do inverso do coeficiente angular da outra.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

PERPENDICULARISMO ENTRE RETAS - GEOMETRIA ANALÍTICA

ensinoeinformacao - FUNÇÃO - DEFINIÇÃO FORMAL MATEMÁTICA

 

Enviado em 29 de Ago de 2019

FUNÇÃO  - DEFINIÇÃO FORMAL MATEMÁTICA

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

FUNÇÃO - DEFINIÇÃO FORMAL MATEMÁTICA

ensinoeinformacao - O QUE É IMAGEM DE UMA FUNÇÃO ?

 

Enviado em 01 de Set de 2019

Imagem de uma Função: Definição e Exemplo.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

O QUE É IMAGEM DE UMA FUNÇÃO ?

ensinoeinformacao - O QUE É IMAGEM DE UMA FUNÇÃO ?

 

Enviado em 05 de Set de 2019

Um Exemplo prático de uma relação f de R em R (Conjunto dos Números Reais) a qual precisamos decidir de f é ou não uma Função.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

f: U⊆ R → R   É FUNÇÃO OU NÃO?   E O PORQUÊ ...

ensinoeinformacao - O QUE É IMAGEM DE UMA FUNÇÃO ?

 

Enviado em 05 de Set de 2019

Um Exemplo prático de uma relação f de R em R (Conjunto dos Números reais) a qual precisamos decidir de f é ou não uma Função.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

f: U⊆ R → R   É FUNÇÃO OU NÃO?   E O PORQUÊ ...

ensinoeinformacao - PROPRIEDADES OPERATÓRIAS - LOGARITMO DO PRODUTO - DEMONSTRAÇÃO E EXEMPLO - Aula 02

 

Enviado em 09 de Set de 2019

(Aula 02) PROPRIEDADES OPERATÓRIAS DOS LOGARITMOS
1) LOGARITMO DO PRODUTO: DEMONSTRAÇÃO E EXEMPLO NUMÉRICO.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

PROPRIEDADES OPERATÓRIAS - LOGARITMO DO PRODUTO - DEMONSTRAÇÃO E EXEMPLO - Aula 02

ensinoeinformacao - PROPRIEDADES OPERATÓRIAS DOS LOGARITMOS - UMA CONSEQUÊNCIA - Aula 04

 

Enviado em 11 de Set de 2019

(Aula 04) Uma Consequência importante das Propriedades Operatórias dos Logaritmos. Veja o porquê ela é válida (demonstração).

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

PROPRIEDADES OPERATÓRIAS DOS LOGARITMOS - UMA CONSEQUÊNCIA - Aula 04

ensinoeinformacao - PROPRIEDADES OPERATÓRIAS - LOGARITMO DA POTÊNCIA - EXEMPLO NUMÉRICO - Aula 03

 

Enviado em 10 de Set de 2019

(Aula 03) PROPRIEDADES OPERATÓRIAS DOS LOGARITMOS - LOGARITMO DE UMA POTÊNCIA - EXEMPLO NUMÉRICO.

 

Se INSCREVA no Canal e deixe seu "LIKE"!!!
Suas Críticas & Sugestões serão bem-vindas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook)

Ensino&Informação: 

PROPRIEDADES OPERATÓRIAS - LOGARITMO DA POTÊNCIA - EXEMPLO NUMÉRICO - Aula 03

ensinoeinformacao - DIVISÃO DE POLINÔMIOS - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01- Aula 02 (Video translated to English)

 

Publicado em 17 de Set de 2019

(Aula 02) DIVISÃO DE POLINÔMIOS - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01
(LESSON 02) POLINOMIAL DIVISION - RESOLVED EXERCISE 01 (Video translated to English) 

Polinômio P(x) é uma Expressão Algébrica composta por Potências em uma Variável x: Exemplo é P(x) 4x³-5x²-7x+1 cujo Grau de P(x) é 3 (3 é a Maior Potência de x com Coeficiente = 4 que é diferente de Zero). Na Divisão de Polinômios um P(x) por um B(x) tem-se um Quociente Q(x) mais um Resto R(x). Assim, P(x) = B(x).Q(x) + R(x). Quando R(x) ≡ 0 o Polinômio Identicamente Nulo, então diz-se que a Divisão de P(x) por B(x) é EXATA. Caso contrário, teremos um Resto cujo Grau = grR(x) é sempre menor que o Grau = grB(x), isto é, grR(x) Menor grB(x). Utilizaremos o processo de Dividir P(x) por B(x) tal como se divide números como exemplo 3 ÷ 2 = 1 e Resto = 1 (onde 1 é o Quociente). Quando trabalhamos com Divisão usando este processo, utilizamos também a Multiplicação no processo.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

DIVISÃO DE POLINÔMIOS - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01- Aula 02

ensinoeinformacao - DIVISÃO DE POLINÔMIOS - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02- Aula 03

 

Publicado em 18 de Set de 2019

Polinômio P(x) é uma Expressão Algébrica composta por Potências em uma Variável x: Exemplo é P(x) 4x³-5x²-7x+1 cujo Grau de P(x) é 3 (3 é a Maior Potência de x com Coeficiente = 4 que é diferente de Zero). Na Divisão de Polinômios um P(x) por um B(x) tem-se um Quociente Q(x) mais um Resto R(x). Assim, P(x) = B(x).Q(x) + R(x). Quando R(x) ≡ 0 o Polinômio Identicamente Nulo, então diz-se que a Divisão de P(x) por B(x) é EXATA. Caso contrário, teremos um Resto cujo Grau = grR(x) é sempre menor que o Grau = grB(x), isto é, grR(x) Menor grB(x). Utilizaremos o processo de Dividir P(x) por B(x) tal como se divide números como exemplo 3 ÷ 2 = 1 e Resto = 1 (onde 1 é o Quociente). Quando trabalhamos com Divisão usando este processo, utilizamos também a Multiplicação no processo.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

DIVISÃO DE POLINÔMIOS - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02- Aula 03

ensinoeinformacao - DIVISÃO DE POLINÔMIOS POR MONÔMIO - INTRODUÇÃO - Aula 04

 

Publicado em 19 de Set de 2019

(Aula 04) DIVISÃO DE POLINÔMIOS POR MONÔMIO - INTRODUÇÃO.
Este vídeo é uma introdução à divisão de um Polinômio P(x) por um MONÔMIO (x - a). Na Aula 05 seguinte mostraremos a relação entre este assunto e as Raízes do Polinômio P(x). 
__________________________
Polinômio P(x) é uma Expressão Algébrica composta por Potências em uma Variável x: Exemplo é P(x) 4x³-5x²-7x+1 cujo Grau de P(x) é 3 (3 é a Maior Potência de x com Coeficiente = 4 que é diferente de Zero). Na Divisão de Polinômios um P(x) por um B(x) tem-se um Quociente Q(x) mais um Resto R(x). Assim, P(x) = B(x).Q(x) + R(x). Quando R(x) ≡ 0 o Polinômio Identicamente Nulo, então diz-se que a Divisão de P(x) por B(x) é EXATA. Caso contrário, teremos um Resto cujo Grau = grR(x) é sempre menor que o Grau = grB(x), isto é, grR(x) Menor grB(x). Utilizaremos o processo de Dividir P(x) por B(x) tal como se divide números como exemplo 3 ÷ 2 = 1 e Resto = 1 (onde 1 é o Quociente). Quando trabalhamos com Divisão usando este processo, utilizamos também a Multiplicação no processo.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

DIVISÃO DE POLINÔMIOS POR MONÔMIO - INTRODUÇÃO - Aula 04

ensinoeinformacao - RAÍZES DO POLINÔMIO E A DIVISÃO DE POLINÔMIO POR MONÔMIO - Aula 05

 

Publicado em 20 de Set de 2019

(Aula 05) RAÍZES DO POLINÔMIO E A DIVISÃO DE POLINÔMIO POR MONÔMIO.
Na Vídeo Aula 04 fizemos uma Introdução à Divisão de um Polinômio P(x) por um MONÔMIO (x - a). Agora aqui nesta Aula 05 é mostrada a relação que existe entre as Raízes do Polinômio P(x) e a Divisão de P(x) pelo Monômio (x - a)... Qual é o valor de P(a) quando o Resto (R(x) da divisão de P(x) por (x - a) e 0 (ou seja, R(x) ≡ 0 Polinômio Identicamente Nulo!) ?

__________________________
Polinômio P(x) é uma Expressão Algébrica composta por Potências em uma Variável x: Exemplo é P(x) 4x³-5x²-7x+1 cujo Grau de P(x) é 3 (3 é a Maior Potência de x com Coeficiente = 4 que é diferente de Zero). Na Divisão de Polinômios um P(x) por um B(x) tem-se um Quociente Q(x) mais um Resto R(x). Assim, P(x) = B(x).Q(x) + R(x). Quando R(x) ≡ 0 o Polinômio Identicamente Nulo, então diz-se que a Divisão de P(x) por B(x) é EXATA. Caso contrário, teremos um Resto cujo Grau = grR(x) é sempre menor que o Grau = grB(x), isto é, grR(x) Menor grB(x). Utilizaremos o processo de Dividir P(x) por B(x) tal como se divide números como exemplo 3 ÷ 2 = 1 e Resto = 1 (onde 1 é o Quociente). Quando trabalhamos com Divisão usando este processo, utilizamos também a Multiplicação no processo.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

RAÍZES DO POLINÔMIO E A DIVISÃO DE POLINÔMIO POR MONÔMIO - Aula 05

ensinoeinformacao - RESOLVER A EQUAÇÃO POLINOMIAL

 

Publicado em 21 de Set de 2019

NÚMEROS COMPLEXOS - EQUAÇÃO POLINOMIAL
Espero que gostem do vídeo e deem seu Comentário! Grande Abraço...

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

EQUAÇÃO POLINOMIAL

ensinoeinformacao - ADIÇÃO DE VETORES - REGRA DO PARALELOGRAMO - Aula 01

 

Publicado em 03 de Out de 2019

ADIÇÃO DE VETORES - REGRA DO PARALELOGRAMO

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

ADIÇÃO DE VETORES - REGRA DO PARALELOGRAMO - Aula 01

ensinoeinformacao - EQUAÇÃO LOGARÍTMICA e EXPONENCIAL COM DETERMINANTE

 

Publicado em 07 de Out de 2019

Resolver uma Equação resultante de um Determinante envolvendo Logaritmos!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

EQUAÇÃO LOGARÍTMICA e EXPONENCIAL COM DETERMINANTE

ensinoeinformacao - ADIÇÃO DE VETORES - PROPRIEDADE ASSOCIATIVA - RESOLVA GRAFICAMENTE ! - Aula 02

 

Publicado em 03 de Out de 2019

(Aula 02) Adição de vetores goza da Propriedade Associativa (e também Comutativa). Veja Graficamente que isto é verdade!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

ADIÇÃO DE VETORES - PROPRIEDADE ASSOCIATIVA - RESOLVA GRAFICAMENTE ! - Aula 02

ensinoeinformacao - SUBTRAÇÃO DE VETORES - REGRA DO TRIÂNGULO - Aula 02

 

Publicado em 16 de Out de 2019

(Aula 03) A Regra do Triângulo é um MACETE para "Subtração de Vetores" no Plano R². Como se trata de um MACETE, você poderá esquecer. Assim, colocamos a Regra do Paralelogramo como uma Alternativa também para a Subtração ... Veja como isto é feito!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

SUBTRAÇÃO DE VETORES - REGRA DO TRIÂNGULO - Aula 02

ensinoeinformacao - O QUÊ É UM SEGMENTO DE RETA ORIENTADO ? - Aula 02

 

Publicado em 30 de Out de 2019

(Aula 02) O QUÊ É UM SEGMENTO DE RETA ORIENTADO ?

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 O QUÊ É UM SEGMENTO DE RETA ORIENTADO ? - Aula 02 

ensinoeinformacao - ANÁLISE COMBINATÓRIA - Exercício 02

 

Publicado em 19 de Dex de 2019

Calcule p sabendo que: C13,p = C13,p+3. Resolvemos o Exercício dado de duas Formas.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 ANÁLISE COMBINATÓRIA - Exercício 02 

ensinoeinformacao - O QUE É GEOMETRIA EUCLIDIANA ?

 

Publicado em 02 de Jan de 2020

Uma Série de 3 Vídeos: 1) O que é Geometria Euclidiana; 2) O que é Geometria Analítica; e 3) O que é Geometria NÃO-Euclidiana. Todo professor de Geometria deveria iniciar aulas de Geometria dizendo ao Aluno o que é Geometria Euclidiana ... Depois, sim ele mandaria seus alunos abrirem os livros e começar com os tópicos da ementa da Disciplina.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 O QUE É GEOMETRIA EUCLIDIANA ? 

ensinoeinformacao - GEOMETRIA ANALÍTICA - Calcular a Área do Triângulo dadas suas Coordenadas

 

Publicado em 19 de Jan de 2020

(Exercício) Calcular a Área do Triângulo dadas suas Coordenadas. Mais ainda: Como calcular a Área de um Polígono das as Coordenadas de seus Vértices! Esperamos que a Aula lhes seja útil. Grande Abraço e sucesso nos seus Estudos!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 GEOMETRIA ANALÍTICA - Calcular a Área do Triângulo dadas suas Coordenadas 

ensinoeinformacao - GEOMETRIA ANALÍTICA - Determine a Interseção entre duas Retas

 

Publicado em 21 de Jan de 2020

Exercício: Dadas duas Retas r e s cada uma passando por dois pontos dadas suas Coordenadas, determine a Interseção entre estas Retas. São usados: 1) Condição de Colinearidade entre pontos; 2) Determinante; e 3) Sistema Linear de Duas Equações e Duas Incógnitas como o aprendido na 7a Série do 1o Grau.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 GEOMETRIA ANALÍTICA - Determine a Interseção entre duas Retas 

ensinoeinformacao - ANÁLISE COMBINATÓRIA - Exercício 03: Calcule os seguintes números

 

Publicado em 23 de Jan de 2020

(Exercício 03) Pede-se para calcular números envolvendo Operações Aritmética entre Combinações, Arranjos e Permutações (e obviamente o Fatorial de um Número).

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 ANÁLISE COMBINATÓRIA - Exercício 03: Calcule os seguintes números 

ensinoeinformacao - GEOMETRIA ESPACIAL - CUBO - Exercício 01

 

Publicado em 24 de Jan de 2020

(Exercício 01) GEOMETRIA ESPACIAL: O CUBO

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 GEOMETRIA ESPACIAL - CUBO - Exercício 01 

ensinoeinformacao - ANÁLISE COMBINATÓRIA - Exercício 04: Para que valores de n, verifica se a igualdade ?

 

Publicado em 26 de Jan de 2020

(Exercício 04) Para que valores de n, verifica se a igualdade ?

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

 ANÁLISE COMBINATÓRIA - Exercício 04: Para que valores de n, verifica se a igualdade ? 

ensinoeinformacao - MATEMÁTICA 2o GRAU - FUNÇÕES QUADRÁTICAS (FUNÇÃO DO 2o GRAU)

 

Publicado em 07 de Fev de 2020

FUNÇÕES QUADRÁTICAS (FUNÇÃO DO 2o GRAU) - Prof. Elon Lages Lima - IMPA (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - Rio de Janeiro)

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

MATEMÁTICA 2o GRAU - FUNÇÕES QUADRÁTICAS (FUNÇÃO DO 2o GRAU) 

ensinoeinformacao - O QUE É UMA PROGRESSÃO ARITMÉTICA (P.A.) - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - Aula 01

 

Publicado em 13 de Fev de 2020

FUNÇÕES QUADRÁTICAS (FUNÇÃO DO 2o GRAU) - Prof. Elon Lages Lima - IMPA (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - Rio de Janeiro)

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

O QUE É UMA PROGRESSÃO ARITMÉTICA (P.A.) - DEFINIÇÃO E EXEMPLOS - Aula 01 

ensinoeinformacao - TERMO GERAL DE UMA PROGRESSÃO ARITMÉTICA - Aula 02

 

Publicado em 14 de Fev de 2020

Mostramos uma Fórmula para determinar o Termo Geral de uma Progressão Aritmética (P.A). Exemplo prático é dado para falar da importância desta Fórmula quando se deseja saber o Valor de uma Termo qualquer, por exemplo: a100 ou a1000 de uma Progressão P.A conhecidos o Primeiro termo a1 e a Razão.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Ensino&Informação

TERMO GERAL DE UMA PROGRESSÃO ARITMÉTICA - Aula 02 

ensinoeinformacao - SISTEMAS DE EQUAÇÕES LINEARES - VEJA ESTA VÍDEO AULA DO MIT Massachusetts Institute of Technology

 

Publicado em 15 de Fev de 2020

Ensino&Informação: Sugerimos que vocês assistam esta Vídeo Aula bastante simples e fácil de entender! Vocês podem compará-la com nossas próprias Vídeo Aulas ...

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

SISTEMAS DE EQUAÇÕES LINEARES - VEJA ESTA VÍDEO AULA DO MIT Massachusetts Institute of Technology 

ensinoeinformacao - POLIEDROS DE PLATÃO - CARACTERÍSTICA DE EULER: Qual é a Relação ?

 

Publicado em 13 de nOV de 2019

A Característica de Euler é um Número que está relacionado com a Curvatura Gaussiana das Superfícies Fechadas (Compactas) através do Teorema de Gauss-Bonnet que Expressa a Integral da Curvatura sobre uma Superfície S: ∫∫K(S) sendo igual a 2.π.χ(S), isto é, ∫∫K(S) = 2.π.χ(S), onde K(S) é a Curvatura Gaussiana da Superfície S e χ(S) é a Característica de Euler da Superfície. Exemplo: A Esfera tem K(S) = 1 (Constante) e χ(S) = 2. Podemos ver a Relação V + F - A = 2 onde este número 2 é a Característica de Euler e V é o número de Vértices; F é o número de Faces; e A é o número de Arestas para todo Poliedro de Platão. Inflando qualquer um dos Poliedros de Platão obtemos uma Esfera. Assim, os Poliedros são Homeomorfos a qualquer um destes Poliedros ... Uma Deformação Contínua onde admite-se Cortar a Superfície!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

(Ensino&Informação)

POLIEDROS DE PLATÃO - CARACTERÍSTICA DE EULER: Qual é a Relação ?

ensinoeinformacao - GEOMETRIA ANALÍTICA - VETORES - Exercício 01

 

Publicado em 22 de Fev de 2020

Exercício 01: Determinar um vetor simultaneamente Ortogonal aos vetores 2a+b e b-a, sendo a=(3,-1,-2) e b=(1,0,-3). Exercício resolvido em Detalhes. São usados o Produto vetorial e Produto Escalar!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

GEOMETRIA ANALÍTICA - VETORES - Exercício 01 

ensinoeinformacao - LOGARITMO - EXERCÍCIO: Dados Logaritmos de 2 e 3 na Base, Calcular Logaritmo de 18 na Base 10

 

Publicado em 11 de Mar de 2020

(Aula 05) EXERCÍCIO - Dados Logaritmos de 2 e 3 na Base 10, Calcular Logaritmo de 18 na Base 10.

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

LOGARITMO - EXERCÍCIO: Dados Logaritmos de 2 e 3 na Base, Calcular Logaritmo de 18 na Base 10 

ensinoeinformacao - GEOMETRIA - Triângulo Retângulo - Exercício 01 - Parte I

 

Publicado em 05 de Abr de 2020

Exercício: No Triângulo Retângulo abaixo, Determine o valor desconhecido da Altura h e dos Catetos a e b.

 

Parte I: Determinar a Altura h.

 

No vídeo subsequente, nós iremos Determinar os Valores dos Catetos a e b. Aguardem!.

Importante destacar que na resolução do Exercício usamos muito operações de Potenciação e de Radiciação com suas Propriedades Operatórias!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

GEOMETRIA - Triângulo Retângulo - Exercício 01 - Parte I 

ensinoeinformacao - GEOMETRIA - Triângulo Retângulo - Exercício 01 - Parte II

 

Publicado em 14 de Abr de 2020

Esta Vídeo Aula (Parte II) vem completar a Parte I da Aula Anterior: Determinação do Cateto a e do Cateto b. Na Parte I nós Determinamos a Altura h.

 

Importante destacar que na resolução do Exercício usamos muito operações de Potenciação e de Radiciação com suas Propriedades Operatórias!

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

GEOMETRIA - Triângulo Retângulo - Exercício 01 - Parte II 

ensinoeinformacao - CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01

 

Publicado em 26 de Abr de 2020

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO

 

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01 

ensinoeinformacao - GEOMETRIA ANALÍTICA | ESTUDO DA RETA - EXERCÍCIO RESOLVIDO

 

Publicado em 17 de Mai de 2020

Num Plano Cartesiano existe uma reta Z de Equação Geral: x + y - 6=0.

A) Equação Reduzida de Z;

B) Descubra o Coeficiente Angular;

C) Calcule o Ângulo que Z forma em relação ao Eixo X;

D) Define-se como ponto A e ponto B as posições em que Z Intercepta o Eixo X e Eixo Y, respectivamente; E) Qual é a Distância de A até B e seu Ponto Médio?

 

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

GEOMETRIA ANALÍTICA | ESTUDO DA RETA - EXERCÍCIO RESOLVIDO 

ensinoeinformacao - CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (A)

 

Publicado em 31 de Mai de 2020

Item (A) - Exercício: Retira-se de um baralho comum de 52 cartas uma Amostra de 13 cartas. Calcular a Probabilidade de cada um dos Eventos: (A) a amostra contém os quatro Ases; Em Vídeo Aulas subsequentes estaremos Calculando, separadamente, a probabilidade dos outros Eventos: B, C e D onde, (B) a amostra não contém o Rei; (C) a amostra não contém carta de Espadas; (D) a amostra só contém carta de Copas.

Você pode Calcular as Combinações envolvidas na solução através do SOFTWARE cujo Link é: https://pt.numberempire.com/combinatorialcalculator.php

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (A) 

ensinoeinformacao - CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (B)

 

Publicado em 05 de Jun de 2020

Item (B) - Exercício: Retira-se de um baralho comum de 52 cartas uma Amostra de 13 cartas. Calcular a Probabilidade de cada um dos Eventos: (B) a amostra não contém o Rei; (A) a amostra contém os quatro Ases; (Já Resolvido!) Em Vídeo Aulas subsequentes estaremos Calculando, separadamente, a probabilidade dos outros Eventos: C e D onde, (C) a amostra não contém carta de Espadas; (D) a amostra só contém carta de Copas. Você pode Calcular as Combinações envolvidas na solução através do SOFTWARE cujo Link é: https://pt.numberempire.com/combinatorialcalculator.php umberempire.com/combinatorialcalculator.php

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (B) 

ensinoeinformacao - CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (C)

 

Publicado em 11 de Jun de 2020

Item (C) - Exercício: Retira-se de um baralho comum de 52 cartas uma Amostra de 13 cartas. Calcular a Probabilidade de cada um dos Eventos: (C) a amostra não contém carta de Espadas; (B) a amostra não contém o Rei; (A) a amostra contém os quatro Ases; (Já Resolvido!) Em Vídeo Aulas subsequentes estaremos Calculando, separadamente, a probabilidade dos outro Evento: D onde, (D) a amostra só contém carta de Copas. Você pode Calcular as Combinações envolvidas na solução através do SOFTWARE cujo Link é: https://pt.numberempire.com/combinatorialcalculator.php

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (C) 

ensinoeinformacao - CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (D)

 

Publicado em 12 de Jun de 2020

Item (D) - Exercício: Retira-se de um baralho comum de 52 cartas uma Amostra de 13 cartas. Calcular a Probabilidade de cada um dos Eventos: (D) a amostra só contém carta de Copas; (C) a amostra não contém carta de Espadas; (B) a amostra não contém o Rei; (A) a amostra contém os quatro Ases; (Já Resolvido!) Com esta Vídeo Aula nós terminamos a Série onde Calculamos, separadamente, a probabilidade dos A, B, C e D. Você pode Calcular as Combinações envolvidas na solução através do SOFTWARE cujo Link é: https://pt.numberempire.com/combinatorialcalculator.php

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - EXERCÍCIO RESOLVIDO 02 - Item (D) 

ensinoeinformacao - TRIGONOMETRIA - EXERCÍCIO RESOLVIDO

 

Publicado em 13 de Jun de 2020

Exercício: Qual é a altura do prédio, conforme mostra a figura?

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

TRIGONOMETRIA - EXERCÍCIO RESOLVIDO 

ensinoeinformacao - CÁLCULO DE PROBABILIDADE - TEOREMA DE BAYES - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01

 

Publicado em 13 de Jun de 2020

Exercício: Temos 5 urnas exatamente iguais, cada uma com 6 bolas. Duas dessas urnas (tipo C1) têm 3 bolas brancas, duas outras (tipo C2) têm 2 bolas brancas, e a última urna (tipo C3) tem 6 bolas brancas. Escolhemos uma urna ao acaso de dela retiramos uma bola. Qual a probabilidade da urna escolhida ser do tipo C3, sabendo que a bola sorteada é branca? A Figura abaixo estão esquematizados os Espaço Amostral e os Eventos de interesse.

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

CÁLCULO DE PROBABILIDADE - TEOREMA DE BAYES - EXERCÍCIO RESOLVIDO 01 

ensinoeinformacao - Probabilidade de Ganhar na Quina - SEM SEGREDOS

 

Publicado em 26 de Jul de 2020

Como Calcular a Probabilidade utilizando Análise Combinatória. Assista este vídeo e saiba por que recomendamos nunca jogar na QUINA!

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Probabilidade de Ganhar na Quina - SEM SEGREDOS 

ensinoeinformacao - MATRIZ TRANSPOSTA - DEFINIÇÃO e EXEMPLOS - AULA O1

 

Publicado em 31 de Jul de 2020

ERRATA: No instante 02:32 minutos escrevemo o último elemento da Matria Transposta como sendo bnxn. Corrigir para bnxm está na Linha n e Coluna m! (AULA O1) DEFINIÇÃO e EXEMPLOS

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

MATRIZ TRANSPOSTA - DEFINIÇÃO e EXEMPLOS - AULA O1

ENEM 2019 - MATEMÁTICA QUESTÃO 149 - PROBABILIDADE - PROVA COR ROSA

ensinoeinformacao - ENEM 2019 - MATEMÁTICA QUESTÃO 149 - PROBABILIDADE - PROVA COR ROSA

 

Publicado em 06 de Set de 2020

OBSERVAÇÃO: Consideramos, inicialmente, o Experimento COM REPOSIÇÃO. Depois, consideramos SEM REPOSIÇÃO, e então:

p[B] = 5/20 x 4/19 = 1/19 que é a Alternativa (B) conforme o GABARITO.

GABARITO da Prova: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/gabaritos/2019/gabarito_2_dia_caderno_8_rosa_aplicacao_regular.pdf

Uma empresa sorteia prêmios entre os funcionários como reconhecimento pelo tempo trabalhado. A tabela mostra a distribuição de frequência de 20 empregados dessa empresa que têm de 25 a 35 anos trabalhados. A empresa sorteou, entre esses empregados, uma viagem de uma semana, sendo dois deles escolhidos aleatoriamente. Qual a probabilidade de que ambos os sorteados tenham 34 anos de trabalho?

 

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

ENEM 2019 - MATEMÁTICA QUESTÃO 153 - PORCENTAGEM - PROVA COR ROSA

ensinoeinformacao - ENEM 2019 - MATEMÁTICA Questão 153 - PORCENTAGEM - PROVA COR ROSA

 

Publicado em 08 de Set de 2020

A conta de telefone de uma loja foi, nesse mês, de R$ 200,00. O valor da assinatura mensal, já incluso na conta, é de R$ 40,00, o qual dá direito a realizar uma quantidade ilimitada de ligações locais para telefones fixos. As ligações para celulares são tarifadas separadamente. Nessa loja, são feitas somente ligações locais, tanto para telefones fixos quanto para celulares. Para reduzir os custos, o gerente planeja, para o próximo mês, uma conta de telefone com valor de R$ 80,00. Para que esse planejamento se cumpra, a redução percentual com gastos em ligações para celulares nessa loja deverá ser de ...

GABARITO da Prova: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/gabaritos/2019/gabarito_2_dia_caderno_8_rosa_aplicacao_regular.pdf

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

Vídeo Aulas: 1o Grau

Veja também

Em Breve outros Vídeos selecionados na WEB e, também Nossos Próprios Vídeos, Aguardem!

Deem um "Gostei" nos Nossos Vídeos (mesmo os Compartilhados de outros Canais que foram selecionados entre os Melhores para estarem na nossa Revista!

 

Se Increva em Nosso Canal

 A partir de 02 Maio de 2018

Você é o Visitante de Número

Veja também

Vídeo Aulas: 1o Grau

FUNÇÃO SENO e COSSENO - GRÁFICO, DOMÍNIO E IMAGEM

ensinoeinformacao - FUNÇÃO SENO e COSSENO - GRÁFICO, DOMÍNIO E IMAGEM

 

Publicado em 08 de Set de 2020

FUNÇÃO SENO e COSSENO - GRÁFICO, DOMÍNIO E IMAGEM. Usando o Círculo Trigonométrico de Raio igual 1 (unidade). Em geometria, os catetos são os dois lados menores do triângulo retângulo, sendo que o maior é a hipotenusa. A palavra "cateto" vem do grego Kathetos que significa "que cai perpendicular", pois dependendo de como visualizamos o triângulo retângulo, um de seus lados menores estará na vertical - como algo que cai.

Nossa Revista: Ensino&Informação (Facebook).

(48) 8410.6510 /  faleconosco@ensinoeinformacao.com  /  Florianópolis - SC - Brasil

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus

® 2003 - 2018 Todos os direitos Reservados, ensinoeinformacao.com

Temos Uma versão desta Revista Especificamente para SmartPhones: Versão mais Enxuta somente com Vídeo Aulas e Eventos